27 de outubro de 2006

Maestro da tropicália, Rogério Duprat morre aos 74 anos

Morreu por volta das 17h desta quinta-feira (26), em São Paulo, o maestro Rogério Duprat. O músico de 74 anos estava internado desde o dia 10 de outubro no hospital Premier, na zona sul de São Paulo, onde recebia cuidados paliativos.

Duprat sofria do mal de Alzheimer e também tinha câncer na bexiga, que nos últimos dias acabou causando insuficiência renal, de acordo com a médica Maria Goretti Maciel, diretora clínica do hospital.

O maestro será velado no Museu da Imagem e do Som (MIS), na região dos Jardins. Seu corpo será cremado na sexta-feira no crematório da Vila Alpina, zona leste de São Paulo.

Duprat é conhecido principalmente por seu trabalho nas orquestrações do disco "Tropicália", de 1968, que contava com nomes como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Tom Zé, Gal Costa, Os Mutantes e Nara Leão.

Nascido no Rio de Janeiro em 1932, Duprat mudou-se para São Paulo em 1955. Ainda jovem estudou violão e cavaquinho além de tocar gaita. Mais tarde entrou no meio erudito e foi um dos fundadores da Orquestra de Câmara de São Paulo. Nos anos 60, o maestro se aproximou de artistas populares, como Caetano Veloso e Gilberto Gil, para quem compôs o arranjo da música "Domingo no Parque".

Também trabalhou com nomes como Chico Buarque e Jorge Ben Jor, mas uma de suas parcerias mais conhecidas foi com a banda Os Mutantes, para quem arranjou diversos discos.

Depois de um período longe da música, devido a problemas de audição, o maestro voltou a trabalhar com arranjos na década de 90.

Música Nova

Ideólogo responsável por um dos poucos manifestos musicais autênticos realizados na América Latina, Rogério Duprat utilizou métodos radicais para criar uma nova frente cultural no país. O movimento batizado como "Música Nova Brasileira" resgatava os ideais da Semana de Arte Moderna de 1922 e pretendia "internacionalizar a vanguarda brasileira". Duprat vinha acompanhado pelos músicos intelectuais Gilberto Mendes, Júlio Medaglia, Régis Duprat, Damiano Cozzella e Sandino Hohagen.

"Sem forma revolucionária não há arte revolucionária" é a citação que termina o manifesto publicado em 1963. Desde então eles se empenharam em quebrar as amarras acadêmicas na cultura e unir o erudito ao popular, como Duprat fez durante sua vida, o que fez dele um dos principais personagens da MPB.

From http://musica.uol.com.br/ultnot/2006/10/26/ult89u7144.jhtm

Rest in peace!

20 de outubro de 2006





Condenado à morte nos EUA comete suicídio antes da execução

Um condenado à pena capital nos Estados Unidos, que seria executado na noite desta quinta-feira em uma prisão do Texas, se matou horas antes, informaram as autoridades penitenciárias do Estado.

Michael Johnson, de 29 anos, que se dizia inocente, foi encontrado em sua cela da prisão de Huntsville sobre uma poça de sangue, após cortar sua veia jugular e uma artéria do braço direito com um pedaço de metal.
Antes de morrer, o jovem escreveu na parede com o próprio sangue a seguinte frase: "Não fui eu".

Johnson foi condenado à morte pelo assassinato de um empregado de um posto de gasolina, em 1995.

A TV local KWTX informou que Johnson foi levado a um hospital, onde foi declarado morto às 18H00 local, na hora exata que deveria ser executado.

aje/LR AFP 200028 OCT 06
AFP

apud Terra

21 de setembro de 2006















Use o cinto no banco traseiro


Veio daqui

10 de agosto de 2006



Santa Crueldade


Um homem, que tinha nas mãos um recém-nascido, dirigiu-se a um santo, perguntando: "que devo fazer com esta criança? Ela é miserável, indesejada, e não tem vida bastante para morrer". "Mate-a", exclamou o santo com voz terrível, "mate-a e mantenha-a em seguida durante três dias e três noites nos teus braços, para guardares para sempre a memória dela: assim não te voltará a acontecer de engendrar um filho enquanto não tiver chegado a hora". Tendo ouvido estas palavras o homem partiu desapontado; e muitos lançaram-se contra o santo por ter aconselhado uma crueldade, pois aconselhou que matasse a criança. "Mas não será mais cruel deixá-la viver?", exclamou o santo.

Friedrich Nietzsche
Imagem: K-Punk

21 de julho de 2006


TRISTES DIAS ATUAIS

Até que a filosofia que torna uma raça superior e outra inferior,
Seja finalmente permanentemente desacreditada e abandonada
havera guerra, eu digo guerra.

Até que existam cidadãos de 1º e 2º classe em qualquer nação.
Até que a cor da pele de um homem não tenha maior significado
Que a cor dos seus olhos havera guerra.

Até que todos os direitos basicos sejam igualmente garantidos para todos,
A não ser que tenha consideração com raça, ate esse dia o senhor da paz final,
Da almejada cidadania e o papel da moralidade, internacional,
Não sera mais que mera ilusão a ser percebida e nunca atingida
Agora havera guerra, rumores de guerra.

Até que o governo que humilha nossos irmãos da Angola, em Mozambique,
Africa do sul escravisada, não mais exista e seja destruido havera guerra,
Eu disse guerra.

Guerra no leste, guerra no oeste, guerra no norte, guerra no sul, guerra rumores de guerra.
Até esse dia, o continente africano não conhecera a paz.
Nós africanos lutaremos, nós acharemos e conheceremos a vitoria.

O bem sobre o mal, bem sobre o mal...

Bob Marley

11 de julho de 2006


Morre Syd Barrett, fundador do grupo Pink Floyd

Syd Barrett, um dos fundadores do grupo inglês Pink Floyd, morreu aos 60 anos depois de viver recluso metade da sua vida, disse uma fonte próxima à David Gilmour na terça-feira.

Gilmour entrou para o Pink Floyd em 1968, três anos depois de o grupo ter sido formado e logo depois que Syd Barrett deixou a banda.

Barrett, que era cantor, compositor e guitarrista, sofria de diabete, embora não esteja claro o que provocou sua morte.
Ele compôs os primeiros sucessos do Pink Floyd, ajudando a criar o som progressivo da banda. Seu comportamento cada vez mais estranho no fim dos anos 1960 foi relacionado ao consumo de drogas psicodélicas.

Acredita-se que a faixa Shine On You Crazy Diamond, do álbum Wish You Were Here de 1975, é um tributo a Barrett.
Syd Barret nasceu em Cambridge, Inglaterra, como Roger Keith Barrett, e recebeu o apelido de "Syd" quando tinha 15 anos. O músico não participou da fase de maior sucesso do Pink Floyd, nos anos 1970, que incluiu os álbuns Dark Side of the Moon, Wish You Were Here e The Wall.

Fonte: Terra

24 de junho de 2006


Não sei a tradução, mas sei que fala de Mundo Perfeito,
com vacas, abelhas, desenhos, casas e crocodilos.
A musica é muito legal, cantada por uma voz de menininha.








Un Monde Parfait

Ce matin, j'imagine un dessin sans nuage
Avec quelques couleurs, comme vient mon pinceau
Du bleu, du rouge, je me sens sage comme une image
Avec quelques maisons et quelques animaux
Ce matin, j'imagine un pays sans nuage
Où tous les perroquets ne vivent plus en cage
Des jaunes, des verts, des blancs, je mets ce qui me plait
Car c'est comme ca que j'imagine un monde parfait

Un oiseau, un enfant, une chèvre
Le bleu du ciel, un beau sourire du bout des lèvres
Un crocodile, une vache, du soleil
Et ce soir, je m'endors au pays des merveilles
Un oiseau, un crayon, une chèvre
Le bleu du ciel, un peu de sucre, un peu de sel
Un crocodile, quelques fleurs, une abeille
Et ce soir, je m'endors au pays des merveilles

Ce matin, j'imagine un dessin sans étoile
De toutes les couleurs, un dessin sans coutour
Quand ca m'plait plus, j'efface tout et je recommence
Avec d'autres maisons et d'autres animaux
Ce matin, j'imagine un pays sans nuage
Où tous les perroquets ne vivent plus en cage
Des jaunes, des verts, des blancs, je fais ce qui me plait
Car c'est comme ca que j'imagine un monde parfait

Un oiseau, un enfant, une chèvre
Le bleu du ciel, un beau sourire du bout des lèvres
Un crocodile, une vache, du soleil
Et ce soir, je m'endors au pays des merveilles
Un oiseau, un crayon, une chèvre
Le bleu du ciel, un peu de sucre, un peu de sel
Un crocodile, quelques fleurs, une abeille
Et ce soir, je m'endors au pays des merveilles

Un oiseau, un enfant, une chèvre
Le bleu du ciel, un beau sourire du bout des lèvres
Un crocodile, une vache, du soleil
Et ce soir, je m'endors au pays des merveilles
Un oiseau, un crayon, une chèvre
Le bleu du ciel, un peu de sucre, un peu de sel
Un crocodile, quelques fleurs, une abeille
Et ce soir, je m'endors au pays des merveilles

Ilona Mitrecey

21 de junho de 2006

O MELHOR DA COPA

















Tenho quase certeza que essa não apareceu no Show do Intervalo.

Fonte: http://www.kibeloco.blogspot.com/

17 de junho de 2006

Hey clip

Pra quem conhece Pixies, vale a musica. Pra quem não conhece, o clip eh tosco mas eh bem feitinho ateh.

23 de abril de 2006



Wal-Mart dos EUA tem estacionamento de carroças

Em uma tentativa de agradar o consumidor, a maior rede varejista do mundo, o Wal-Mart, tem oferecido serviços e produtos diferenciados em algumas lojas. Em Middlefield, no estado norte-americano de Ohio, a loja oferece um estacionamento de carroças. O espaço foi criado para atender à quarta maior comunidade Amish daquele país, grupo religioso e cultural que restringe o uso de tecnologias como carros e eletricidade.
No interior da loja, as prateleiras também oferecem produtos consumidos por este grupo, como sopas de cevada e um fio utilizado por eles para tecer. Refrigeradores são mantidos com gelo, para evitar o uso de eletricidade. Ações em outras lojas incluem a venda de roupas orgânicas, lâmpadas econômicas e frutos do mar colhidos de forma sustentável.
A empresa tem feito diversas ações para afastar a imagem de gigante multinacional que explora os mercados e a mão-de-obra, segundo o jornal Folha de S. Paulo. Nessa linha, um supermercado da rede Liverpool, na Inglaterra, criou 300 empregos, 60% deles ocupados por pessoas que estavam desempregadas há bastante tempo.

Fonte: Terra
Link: Amish

21 de abril de 2006


Recuerdos da 28

De vez em quando, quando boto a mão nos cobre,
Não existe china pobre nem garçom de cara feia,
Eu sou de longe donde chove não goteia
Não tenho medo de potro nem macho que compadreia.

Boleio a perna e vou direto pro retoço,
Quanto mais quente alvoroço muito mais me sinto afoito.
E o chinaredo que de muito me conhece
Sabe que perigo desse meu facão na 28.

Remancheio no boteco ali nos trilhos
Enquanto no bebedouro mato a sede do tordilho,
Ouço o mugido e o barulho da cordeona
E a velha porca retoçando no salão,
Quem nunca falta é um índio curto e grosso
De apelido de pescoço da rabona ao querendão.

Entro na sala no meio da confusão
Entro meio atarantado que nem cusco em procissão
Quase sempre cego assim meio com sede,
Quebro o meu chapéu na testa de beijar santo em parede.
E num relance se não vejo alguém de farda eu grito:
- Me serve um liso daquela que matou o guarda.

Guardo o trabuco empanturrado de bala
Meu facão, chapéu e pala e com licença eu vou dançar,
Neste fandango levo a guaica recheada
Danço com a melhor china que não importo de pagar,
O meu cavalo eu deixo atado num palanque
E só não quero que ele manque quando terminar a farra.

E a milicada sempre vem fora de hora,
Mas eu saio porta a fora só quero ver quem me agarra.
Desde piazito a polícia não espero
Se estoura reboldoza me tapo de quero-quero,
Desde piazito a polícia eu não espero
Se estoura a reboldoza me tapo de quero-quero.

Musica de:
Alex Hohenbergger

16 de abril de 2006



FUTEBOL FUTBOL FUSSBALL SOCCER FOOTBALL

Do you like this?








http://media.putfile.com/fussball
is a small video online.
Unbelievable.



7 de abril de 2006

Qualquer pessoa que já tenha trabalhado em um empresa, da menor a maior, já sabia disso.

Alexandra Luong e Steven G Rogelberg devem ser dois cientistas CDFs que nunca sairam de dentro de um laboratório!

24 de março de 2006



Opus Dei relança site oficial

A Opus Dei relançou hoje seu site oficial, de estilo mais ágil e que pode ser acessado em 22 idiomas. No ano passado, o site da Opus Dei recebeu três milhões de visitas. "A página apresenta um design mais limpo e moderno que a versão anterior", com textos que se "adéquam ao estilo da internet, mais ágil e rápido".
Apesar da renovação, a instituição continuará enviando um boletim de notícias aos seus mais de 40mil assinantes. Além disso, encontra-se "em condições de atender o aumento da demanda por informações" a seu respeito, acrescenta a nota.

Fonte: Terra
Link: Opus Dei

23 de março de 2006


Polícia americana treina com simulador de loucura

Um dispositivo, chamado Virtual Hallucination Machine (máquina de alucinação virtual), será utilizado no treinamento de policiais de Des Moines, nos Estados Unidos. O aparelho simula a mente de um doente mental. Paul Tieszen, responsável pelo projeto, acredita que o método aumentará a eficiência das abordagens policiais.
Tieszen descreve a simulação dizendo que "flashes aparecem do nada, sussurros dizem para você tomar seu remédio, e de repente você está sentado no ônibus, conversando normalmente com o motorista, e ele sem justificativa começa a te chamar de sua alteza?.
Logo depois você está em um ônibus lotado de crianças, e ele se transforma num ônibus ocupado por adultos, e então alguém se aproxima e diz para descer do ônibus.

A simulação virtual do distúrbio mental pode ser sentida pelos policiais através da máscara, que usa alta tecnologia para ajudá-los a entender melhor o que se passa na mente de uma pessoa com graves problemas. A máscara foi criada por uma companhia belga a pedido de médicos da área de saúde mental, policiais e pelo público que se interessa em entender.

1 de março de 2006

Piadinha de Carnaval:


Você sentiu a Mangueira entrando?

20 de janeiro de 2006

http://www.discosantigos.com/

Não é só o que você está pensando...
_Papai papai!
_Como se faz pra matar elefante branco?
_Simples querida, pegue uma arma de matar elefante branco e mate ele.

_Papai papai!
_Como se faz pra matar elefante roxo?
_Simples querida, dê um susto nele, ele fica branco, então pegue uma arma de matar elefante branco e mate ele.

_Papai papai!
_Como se faz pra matar elefante verde?
_Simples querida, amarre a tromba dele, ele fica roxo, depois dê um susto, ele fica branco, então pegue uma arma de matar elefante branco e mate ele.


eu sei eu sei, mas é que eu não resisti!

11 de janeiro de 2006


Bowie e Cream recebem Grammy "tardio"

O astro britânico David Bowie, o grupo de rock Cream e o blueseiro Robert Johnson receberão o prêmio especial do Grammy pelo conjunto da obra na cerimônia que acontece em 8 de fevereiro, em Los Angeles.

Considerada tardia, a premiação fará jus ao Cream, banda que teve uma vida curta nos anos 60, mas influenciou uma legião de músicos em todo o mundo. Como um grupo, Eric Clapton, Jack Bruce e Ginger Baker nunca ganharam um Grammy. Já Bowie levou um prêmio em 1985.

Robert Johnson, ícone do blues morto em 1938, também homenageado com o prêmio, assim como o comediante Richard Pryor, morto no fim do ano passado --ele não era cantor, mas seus discos humorísticos já levaram cinco Grammys durante a sua carreira.

O cantor country Merle Haggard (dois Grammys e concorrendo neste ano a um terceiro, pela música "Politically Uncorrect", interpretada por Gretchen Wilson) e a cantora lírica Jessye Norman também serão agraciados na cerimônia

Fonte: Folha Online

Criador do LSD completa 100 anos e defende droga


O químico suíço Albert Hofmann, que descobriu o LSD há mais de 60 anos, comemorou nesta quarta-feira seu centésimo aniversário, aproveitando a ocasião para tentar reabilitar uma invenção que, segundo ele, teria virtudes curativas.

Albert Hofmann receberá neste fim de semana em Bâle, onde mora há anos, as homenagens de cientistas do mundo inteiro, durante um simpósio consagrado a esta substância alucinógena hoje completamente proibida. Hofmann descobriu a substância por acaso em seu laboratório, em 1943.

"Considero-me um suíço comum, que ama a simplicidade", declarou ele numa entrevista publicada na quarta-feira pelo jornal Tages Anzeiger.

Albert Hofmann, que não tem nada a ver com a família Hoffmann-LaRoche, do grupo Roche, fez carreira de pesquisador no Sandoz, um dos três grandes grupos farmacêuticos de Bâle, entre 1929 e 1971.

Foi lá que ele descobriu "por acaso" esta droga alucinógena, quando uma gota de uma substância química com a qual ele trabalhava, a dietilamida do ácido lisérgico (LSD 25), caiu em sua mão. Hofmann experimentou a substância e sentiu estranhas sensações, angústia, vertigens e alucinações.

Três dias depois, ele testou novamente a substância, desta vez voluntariamente, e sentiu os mesmos efeitos. "O meu eu desapareceu num estado místico, o céu e a terra se juntaram, eu me senti como parte integrante do universo, entrando num novo estado de consciência", explicou ele, para descrever os efeitos do LSD.

"Sob o efeito do LSD, vemos, ouvimos e sentimos de forma diferente, de maneira muito intensa, e isto apenas com uma dose ínfima", explica Albert Hofmann.

O Sandoz produziu LSD sob forma de comprimido e ampolas, entre 1947 e 1966, quando foi proibido. A substância se tornou a droga predileta dos anos 1960 entre os hippies.

Até então, a substância era utilizada sobretudo na psiquiatria para tratar doentes que já não reagiam a nenhum remédio. Com o LSD, esses doentes "eram estimulados, num certo sentido eles despertavam", declara Albert Hofmann.

O químico deseja que a substância seja novamente autorizada após as conclusões do congresso que será celebrado no próximo fim de semana (13 a 15 de janeiro) em Bâle, intitulado "LSD - enfant terrible e droga milagrosa".

Para Hofmann, o LSD ajuda a atenuar o sofrimento, sobretudo em doentes terminais que não reagem mais à morfina.

Fonte: Terra Online

3 de janeiro de 2006




MELANCOLIA

O que é melancolia afinal?
Não é tristeza, não é saudade,
Não é moleza nem falta de vontade.
Não é emoção, não é sensação
Não é um tormento
Nem tampouco um sentimento.
É um querer acordar quieto
Com vontade de ninguém por perto
É querer ver o vento ventando
A lembrança lembrando
O cachorro passando
O casal namorando.
É sorrir com risada de criança
Na rede, embalar esperanças
O silêncio querer habitar
Calar, vendo a vida passar.
E agora, de uma forma branda,
Ao levantar de um dia na varanda
Me dou conta que a tal melancolia
Foi por hoje minha melhor companhia

Isabella Benicio Tedesco

2 de janeiro de 2006


http://www.chops.com/images/Ses03.jpg



Tchaaaam...

...so pra avisar os amigos que ja migrei para minha terra natal e daqui mando saudações. Em breve mando mais noticias.

Cordiales saludos.