29 de janeiro de 2004

James Brown é preso nos EUA sob acusação de agressão


James Brown posa para foto na delegacia de Aiken

O cantor James Brown foi preso ontem sob acusação de agredir sua mulher durante uma discussão na Carolina do Sul, informou a polícia.

Brown, 70, foi preso de manhã por policiais que foram chamados à sua residência em Beech Island, Condado de Aiken, cerca de 110 km ao sudoeste de Columbia.

A lenda da soul music deve ficar presa até a audiência prevista para esta manhã, que vai decidir se ele poderá pagar fiança, segundo o porta-voz da delegacia do Condado, Michael Frank.

Investigadores afirmaram que Tomi Rae Brown, 33, foi empurrada e caiu em um quarto da residência do casal. Ela sofreu arranhões e contusões no braço e na coxa e foi levada a um hospital.

Esta não é a primeira vez que James Brown tem problemas com a lei. O cantor já cumpriu uma pena de prisão de dois anos e meio em 1988 por acusações de violência e envolvimento com drogas. Dez anos depois, ele foi acusado novamente por envolvimento com drogas, mas foi absolvido.

James Brown é um dos maiores astros da música negra americana, responsável por sucessos como "Sex Machine", "I Got You (I Feel Good)" e "Living in America". Ele foi homenageado no mês passado no Kennedy Center como "um dos mais influentes músicos dos últimos 50 anos".

Nenhum comentário: