15 de dezembro de 2003



Antes de mais nada, um alerta: quem não conhece Johnny Cash (1932-2003) precisa preencher o quanto antes essa lacuna.

Pois bem: o singelo anúncio acima foi publicado na revista Billboard em 1998, em comemoração ao Grammy de Melhor Álbum Country que Cash recebeu por "Unchained", disco produzido por Rick Rubin (o mesmo de grupos como Run DMC e Red Hot Chili Peppers). O texto é saborosamente irônico: "American Recordings e Johnny Cash gostariam de agradecer a indústria musical e as rádios country de Nashville pelo seu apoio".

Na época da premiação, Cash, aos 65 anos de idade, estava indignado com o establishment musical: apesar da aclamação unânime da crítica, suas músicas eram simplesmente desprezadas pelas rádios country americanas, que consideravam seu som anacrônico (apesar de "Unchained" conter regravações de músicos contemporâneos como Soundgarden e Beck). Mas não apenas ele: seus colegas de geração, como os veteranos mestres do country Willie Nelson, Merle Haggard e George Jones, também eram sumariamente ignorados pelas FMs em geral.

Johnny, "The Man in Black", nunca foi de fugir a uma briga. Em 1988, Cash começava a sofrer as primeiras seqüelas do Mal de Shy-Drager, doença degenerativa semelhante ao Mal de Parkinson. Contudo, apesar da saúde debilitada, não deixou perder a oportunidade de criticar a mediocridade das estações musicais americanas (se a moda pega no Brasil...). Rick Rubin, seu produtor, tratou de financiar o anúncio, que foi primorosamente ilustrado com uma foto de Johnny Cash tirada em 1970, durante um show realizado na prisão de San Quentin, na Califórnia.

No rodapé da foto, outra frase significativa: "obrigado a todos que fazem a diferença: vocês sabem quem são". Johnny Cash, ignorando os problemas de saúde, gravou álbuns até os 70 anos (encerrando a carreira com o primoroso "American IV: The Man Comes Around", que inclui a antológica regravação de "Hurt", do Nine Inch Nails) e recebeu mais três prêmios Grammy após a publicação do anúncio (incluindo um pelo conjunto da obra em 1999). De resto, o que dizer do único homem incluído no Rock and Roll Hall of Fame, Country Music Hall of Fame e Songwriter's Hall of Fame? As canções de Johnny Cash transcendem décadas, gêneros musicais, premiações, palavras enfim.

Fonte: Pensar Enlouquece. Pense Nisto.

Um comentário:

Anônimo disse...

My point of view partially coincided with yours. Thank you for trying. antidepressants Read a useful article about tramadol tramadol